Seminário técnico estadual: Atendimento Socioeducativo

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Novo seminário técnico reunirá profissionais de ponta no atendimento à adolescentes em cumprimento de Medidas Socioeducativas, buscando também pensar sobre as produções de violência e morte das adolescências e das juventudes destes tempos tumultuados, menoristas e anunciadores de ‘des’direitos em que todos/as vivemos.
Os desafios de técnicos/as em CREAS, ONGs e outras instituições, para realizar um atendimento de qualidadCartaz 1 MSEe são muitos. Parar e trocar experiências é uma necessidade constante para aprimoramento dessas intervenções, visando a superação das adversidades a que estão expostos/as crianças e adolescentes e famílias.
O seminário ocorrerá nos dias 6 e 7 de março, das 8h30min às 17h30min, no Centro de Porto Alegre.

Público alvo: assistentes sociais, psicólogos/as, pedagogos/as, orientadores/as educacionais, educadores sociais em geral, conselheiros/as de direitos da criança e do adolescente, de assistência social e tutelares.
Investimento: R$ 60,00 por pessoa.
Forma de pagamento: Depósito bancário (Banco do Brasil, Ag. 18996 – CC 541141).
Mais informações: i.humanidades@gmail.com

Certificação: Para participantes com 75% ou mais de presença.

Formulário de inscrição: (INSCRIÇÕES ENCERRADAS)
Sua inscrição será homologada assim que o comprovante de pagamento for enviado para: i.humanidades@gmail.com

PROGRAMAÇÃO:

Dia 6/3Manhã, 8h30min:

Cenários das juventudes, violências contemporâneas e criminalização do social

Ana Claudia Cifali – Advogada, colaboradora do Programa Interdepartamental de Práticas com Adolescentes em Conflito com a Lei (PIPA/UFRGS).

Guilherme Dornelles – Mestre em Ciências Criminais, analista do Ministério Público Federal.

José Carlos Sturza de Moraes – Cientista Social, ex-conselheiro estadual e nacional dos direitos da criança e do adolescente.

 

Dia 6/3Tarde, 13h30min:

O Judiciário e as Medidas Socioeducativas

Charles Maciel Bittencourt – Juiz da 3ª Vara Regional de Porto Alegre.

A socioeducação de meio aberto, experiências e desafios

Bruna Rossi Koerich – Cientista Social, Coord. Casa da Juventude de Canoas (2014/2017).

Alessandra Vieira da Silva – Assistente Social do CREAS Partenon (FASC).

Alex da Silva Vidal – Historiador, técnico em Educação do PPSC da UFRGS.

Charles Britto – Educador Social, Arte Educador e Historiador, Fundação Fé e Alegria (POA)

 

Dia 7Manhã, 8h30min

A execução de Medidas Privativas de Liberdade

Fernanda Silva de Almeida – Psicóloga, Centro de Internação Provisória Carlos Santos (FASE).

Alexandra de Campos Bittencourt – Pedagoga, Centro de Atendimento em Semiliberdade de Caxias do Sul (FASE)

Tamara Aparecida Maciel – Psicóloga, Centro de Atendimento em Semiliberdade de Caxias do Sul (FASE)

 

Dia 7Tarde, 13h30min

Construção dos Plano municipais e trabalho em rede

José Carlos Sturza de Moraes – Cientista Social, ex-conselheiro estadual e nacional dos direitos da criança e do adolescente.

Roda de conversa com Ana Paula Motta Costa (Advogada, professora da Faculdade de Direito da UFRGS) sobre desafios para a garantia de direitos no cenário contemporâneo